Microsoft SQL Server 2000 Service Pack 4

Desktop Engine (MSDE 2000)

29 de março, 2005

© Copyright Microsoft Corporation 2004. Todos os direitos reservados.

 
A equipe de documentação do SQL Server não pode responder a perguntas técnicas, mas agradece as sugestões e comentários sobre esta documentação leiame. Use o link abaixo para enviar seus comentários diretamente por email. Envie seus comentários em inglês.

Para enviar por escrito seus comentários sobre este documento, clique aqui:  Enviar comentário.
 

Conteúdo

1.0 Introdução

    1.1 Requisitos do sistema

    1.2 Antes de atualizar para o MSDE 2000 SP4

    1.3 Considerações sobre segurança relativas ao MSDE 2000 SP4

    1.4 Determinar o nome da instância

    1.5 Verificar a versão do Microsoft Data Access Components

    1.6 Identificar a versão atual do MSDE 2000

    1.7 Informações adicionais sobre o SP4

    1.8 Atualizações para o SQL Server 2000 Books Online estão disponíveis

2.0 Onde encontrar e baixar o MSDE 2000 SP4

    2.1 Selecionando o idioma correto

    2.2 Baixando o MSDE 2000 SP4

    2.3 Extraindo os arquivos do MSDE 2000 SP4

    2.4 Diretrizes para as fases de download e extração

3.0 Instalação do Service Pack

    3.1 Preparar para a instalação do MSDE 2000 SP4

    3.2 Executar o Programa de Instalação do MSDE 2000 SP4

    3.3 Reiniciar serviços e aplicativos

    3.4 Instalar o MSDE 2000 SP4 em servidores replicados

    3.5 Aplicar o MSDE 2000 SP4 a bancos de dados ou grupos de arquivos somente leitura em uma topologia de replicação

    3.6 Atualizar o catálogo de servidores vinculados

    3.7 Desinstalar o MSDE 2000 SP4

    3.8 Reaplicar o MSDE 2000 SP4

4.0 Considerações adicionais sobre a instalação

    4.1 Redistribuindo o MSDE 2000 SP4

    4.2 Localizações dos arquivos do MSDE 2000 SP4

5.0 Observações da documentação

    5.1 Aperfeiçoamentos do MSDE 2000

    5.2 Aperfeiçoamentos de replicação

    5.3 Aperfeiçoamentos do SQL Server Agent e de ferramentas compartilhadas

    5.4 Aperfeiçoamentos do XML

    5.5 Biblioteca de banco de dados e SQL para C embutido

    5.6 Aperfeiçoamentos do Programa de Instalação do MSDE 2000

    5.7 Aperfeiçoamentos da capacidade de serviço

[Início]

1.0 Introdução

Este arquivo Leiame descreve como usar o MSDE (SQL Server Desktop Engine), parte do Microsoft® SQL Server™ 2000 Service Pack 4 (SP4). Você pode usar o Desktop Engine SP4 para atualizar instâncias existentes do MSDE para o MSDE 2000 SP4, ou para instalar uma nova instância do MSDE 2000 SP4.

O processo geral para instalar o SQL Server SP4 é o seguinte:

  1. Determine se você pode usar o SP4 e, se puder, qual parte ou partes do SP4 precisa instalar. Não deixe de ler todas as partes da seção 1.0 deste Leiame antes de baixar e instalar o SP4.

  2. Baixe e instale os arquivos de instalação do service pack. A seção 2.0 descreve como obter os arquivos de instalação do SP4.

  3. Prepare uma instância para atualizar para o SP4. A seção 3.0 e as seções 3.1 a 3.3 detalham as etapas preparatórias que devem ser executadas antes da instalação do SP4.

  4. Instale o SP4. A seção 3.2 detalha as opções de execução do Programa de Instalação do SP4

Observação   A menos que de outra forma especificado, todas as referências ao SQL Server 2000 Desktop Engine neste arquivo Leiame referem-se ao MSDE 2000 Release A. O download do MSDE 2000 Release A é funcionalmente equivalente ao SQL Server 2000 Desktop Engine SP3a, mas contém um novo Contrato de Licença do Usuário Final ( EULA) que concede aos usuários direitos diferentes dos concedidos pelas licenças anteriores do MSDE 2000.

O SQL Server 2000 SP4 tem quatro partes. Cada parte é usada para aplicação do SP4 a diferentes componentes do SQL Server:

Todos os service packs do SQL Server são cumulativos. O SQL Server SP4 contém as correções incluídas no SP1, SP2, SP3 e SP3a.

O MSDE 2000 SP4 só pode ser usado em instâncias do SQL Server 2000 Desktop Engine ou MSDE 2000 Release A. As demais partes do SQL Server 2000 SP4 aplicam o SP4 aos outros componentes do SQL Server 2000 como, por exemplo, o Analysis Services ou o mecanismo do banco de dados. Arquivos Leiame separados descrevem como usar o Database Components SP4 e o Analysis Services SP4. Esses arquivos podem ser encontrados neste site da Microsoft.

[Início]

Usos do MSDE 2000 SP4

O service pack do MSDE 2000 é direcionado para desenvolvedores que criam aplicativos redistribuíveis que usam o MSDE. O MSDE 2000 SP4 pode ser usado para fazer o seguinte:

Para obter mais informações sobre licenciamento do MSDE 2000, consulte Usos do MSDE 2000. Se você ainda não tiver uma licença para instalar ou executar o MSDE 2000, poderá obtê-la registrando-se na página da Web do MSDE 2000 Release A.

[Início]

Antes de iniciar a instalação do MSDE 2000 SP4

Para instalar o MSDE 2000 SP4, releia o material da seção 1 e da seção 2 deste Leiame, e siga as instruções detalhadas na seção 3 se o seguinte for verdadeiro:

[Início]

O que esperar durante a atualização e a instalação

As seções a seguir deste Leiame contêm exemplos dos cenários mais comuns da atualização de uma instância existente do MSDE para o MSDE 2000 SP4 ou da instalação de uma nova instância do MSDE 2000:

[Início]

1.1 Requisitos do sistema

O seu computador deve atender a estes requisitos de hardware e software antes de você tentar executar o Programa de Instalação do MSDE 2000 SP4.

Requisitos de hardware

Esta tabela mostra os requisitos de hardware para a instalação e execução do MSDE 2000.

Hardware Requisitos mínimos
Computador Intel Pentium ou compatível, 166 MHz ou superior
Memória (RAM) 128 MB no Microsoft Windows XP e no Windows 2003 Server

mínimo de 64 MB no Windows 2000

Espaço no disco rígido 75 MB no Microsoft Windows XP e no Windows 2003 Server

100 MB no Windows 2000

Unidade de disco Unidade de CD-ROM (ao instalar o MSDE 2000 SP4 de um CD-ROM)

O MSDE 2000 não tem uma lista de compatibilidade de hardware. Se o seu computador atender aos requisitos mínimos listados na tabela acima, o software do MSDE 2000 funcionará no hardware certificado para uso com o sistema operacional Windows. Para obter mais informações sobre hardware certificado para uso com o sistema operacional Windows, consulte o HCL (lista de compatibilidade de hardware do Windows), neste site da Microsoft.

[Início]

Requisitos de sistema operacional

Para usar o MSDE 2000, você deve ter um destes sistemas operacionais instalado:

Importante   As plataformas Windows NT 4.0, Windows Millennium Edition e Windows 98 não oferecem suporte para o SQL Server 2000 SP4. As instalações do SQL Server 2000 SP3a nessas plataformas continuarão a receber suporte de hotfix crítico durante 12 meses após o lançamento da versão final do SQL Server 2000 SP4.

[Início]

Requisitos de software e do sistema

O compartilhamento de arquivos e impressoras deve estar ativo para executar o Programa de Instalação do MSDE 2000.

Para verificar se o compartilhamento de arquivos e impressoras está ativo

  1. No Painel de Controle, clique duas vezes em Conexões de Rede.

  2. No menu Avançado, clique em Configurações Avançadas.

  3. Na guia Adaptadores e Vinculações, confira se Compartilhamento de Arquivos e Impressoras para Redes Microsoft está selecionado.

A instalação do SP4 não será bem-sucedida se uma das seguintes diretivas de segurança tiver sido definida como Não permitir a instalação:

Se você usar a definição Não permitir a instalação, terá que mudá-la para Bem-sucedido silenciosamente, antes de instalar o MSDE 2000 SP4. Se necessário, você poderá retornar a diretiva à definição anterior, após a conclusão da instalação.

Observação   Não permitir a instalação não é a definição padrão dessas diretivas de segurança.

Para definir diretivas de segurança

  1. No Painel de Controle, clique duas vezes em Ferramentas Administrativas

  2. Clique duas vezes em Diretiva de Segurança Local.

  3. Expanda Diretivas Locais.

  4. Selecione Opções de Segurança.

  5. Verifique se a seguinte opção no painel direito está definida como Bem-sucedido silenciosamente antes de instalar o MSDE 2000 SP4:

Você pode instalar o arquivo de atualização para o MSDE 2000 SP4 a partir de um CD-ROM somente se usar o Microsoft Windows Installer 2.0.2600.0 ou posterior. Caso precise atualizar o Windows Installer, o MSDE 2000 SP4 contém os arquivos necessários.

Para atualizar o Windows Installer.

  1. No Windows Explorer, navegue para a pasta \MSDE\MSI, localizada no CD do SQL Server 2000 SP4 ou nas pastas extraídas do arquivo de extração automática do Service Pack 4 baixado, SQL2000.MSDE-KB884525-SP4-x86-LLL.exe, onde LLL varia segundo o idioma.

  2. Execute o InstMsi20.exe.

  3. Quando solicitado, reinicie o computador.

[Início]

Requisitos de aplicativo

Se a sua instância do MSDE estiver sendo usada por um aplicativo, pergunte ao fornecedor do aplicativo, antes de atualizar para o MSDE 2000 SP4, se alguma das considerações de atualização do MSDE são válidas para o aplicativo em questão.

[Início]

1.2 Antes de atualizar para o MSDE 2000 SP4

Esta seção descreve problemas que você deve resolver e tarefas que deve executar antes de usar o MSDE 2000 SP4 para atualizar uma instância existente do MSDE para o MSDE 2000 SP4.

Os bancos de dados ou backups de bancos de dados criados em uma instância do Database Components SP4 podem ser anexados a, ou restaurados em, uma versão anterior do SQL Server 2000. Porém, há restrições para bancos de dados em uma topologia de replicação. Para obter mais informações, consulte a seção 1.2.3 Considerações relativas a uma instância em uma topologia de replicação ou envio de log.

[Início]

1.2.1 Determinar se o MSDE 2000 SP4 pode ser aplicado a uma instância existente do MSDE 2000.

Os procedimentos para aplicar o MSDE 2000 SP4 a uma instância existente do MSDE 2000 variam dependendo do modo como a instância foi instalada. A maioria dos aplicativos instalam o MSDE 2000 dos seguintes modos:

Caso existam várias instâncias do MSDE 2000 em um computador, será necessário avaliar cada instância individualmente para determinar se o MSDE 2000 SP4 pode ser aplicado. Também será necessário aplicar o SP4 separadamente a cada instância.

Observação   A Microsoft não oferece suporte para configurações nas quais mais de 16 instâncias do mecanismo de banco de dados do SQL Server se encontram em um computador. Isso inclui instâncias do SQL Server 6.5, SQL Server 7.0, SQL Server 2000, MSDE 1.0 e MSDE 2000.

O artigo 311762 do Microsoft Knowledge Base contém instruções para determinar o modo pelo qual uma instância do MSDE 2000 foi instalada. Depois de seguir os procedimentos descritos no artigo 311762, considere os seguintes pontos:

[Início]

1.2.2 Determinar se os arquivos de instalação originais do MSDE 2000 são necessários

Você pode executar o Programa de Instalação do MSDE 2000 SP4 a partir do disco rígido, de um compartilhamento de rede ou de um CD-ROM. Os arquivos de instalação originais do MSDE 2000 não serão necessários se você executar o Programa de Instalação a partir do disco rígido. Mas se você atualizar uma instância do MSDE 2000 para o MSDE 2000 SP4 a partir de um compartilhamento de rede ou de um CD, os arquivos que foram usados para instalar originariamente o MSDE 2000 precisarão estar no mesmo local em que estavam durante a instalação original. Se a instalação original foi feita a partir de um CD, o MSDE 2000 SP4 o solicitará durante a atualização. Se os arquivos originais não estiverem mais no local original no compartilhamento de rede, ou se o CD original não estiver disponível, você precisará copiar os arquivos do MSDE 2000 SP4 para o disco rígido e executar o Programa de Instalação a partir daí.

[Início]

1.2.3 Considerações relativas a uma instância em uma topologia de replicação ou envio de log.

O Programa de Instalação do MSDE 2000 SP4 atualiza bancos de dados do usuário que façam parte de uma topologia de replicação. Esse fator de atualização pode afetar a funcionalidade de backup e restauração de bancos de dados de usuário replicados. Antes de instalar o MSDE 2000 SP4, verifique se os bancos de dados e grupos de arquivos de replicação são graváveis.

Para obter mais informações sobre como aplicar o SP4 a bancos de dados incluídos em topologias de replicação, consulte a seção 3.4 Instalar o MSDE 2000 em servidores replicados. Considerações adicionais relativas a backup e restauração de replicação são detalhadas na seção 5.2.4 Problemas de backup e restauração de replicação mesclada.

Observação   Se uma instância do MSDE 2000 não fizer parte de uma topologia de replicação, você poderá fazer o backup de um banco de dado de usuário e restaurá-lo em qualquer outra versão do SQL Server 2000 ou MSDE 2000.

Quando o Programa de Instalação detecta bancos de dados ou grupos de arquivos não graváveis, faz o seguinte:

Você pode ignorar esse aviso, a não ser que um ou mais bancos de dados listados no log do Programa de Instalação sejam membros de uma topologia de replicação. Se um dos bancos de dados listados no log do Programa de Instalação for membro de uma topologia de replicação, você deverá torná-lo gravável e reaplicar o SP4 àquela instância do SQL Server 2000.

Para obter informações sobre como tornar um banco de dados gravável, consulte a seção 3.5 Aplicar o MSDE 2000 SP4 a bancos de dados ou grupos de arquivos somente leitura em uma topologia de replicação Para obter mais informações sobre como reaplicar o SP4, consulte a seção 3.8 Reaplicar o MSDE 2000 SP4.

[Início]

1.2.4 Determinar como remover o MSDE 2000 SP4

Antes de usar o MSDE 2000 SP4 para atualizar uma instância existente do MSDE, é recomendável planejar como retornar a instância ao estado anterior, caso isso seja necessário no futuro. Quando o MSDE 2000 SP4 é instalado, ele faz alterações nas tabelas do sistema por razões de manutenção. Ele também atualiza bancos de dados de usuário e de distribuição que façam parte de uma topologia de replicação. Dada a natureza dessas alterações, o MSDE 2000 SP4 não pode ser removido com facilidade. Para reverter para a versão que você estava executando antes de instalar o MSDE 2000 SP4, será necessário, primeiro, desinstalar a instância do MSDE 2000 e depois reinstalá-la. Segundo, se você estava executando um service pack anterior do SQL Server 2000 ou se aplicou algum hotfix, terá que reaplicar o service pack e os hotfixes à instância que estiver revertendo.

Importante   Para restaurar o sistema com segurança ao estado anterior ao MSDE 2000 SP4, faça o backup dos bancos de dados master, model e msdb imediatamente antes de instalar o MSDE 2000 SP4. Para obter mais informações, consulte a seção 3.1 Fazer backup dos bancos de dados do SQL.

Para obter mais informações, consulte a seção 3.7 Desinstalar o MSDE 2000 SP4.

[Início]

1.3 Considerações sobre segurança relativas ao MSDE 2000 SP4

O comportamento do Programa de Instalação do MSDE 2000 mudou no SP3a, de modo que as configurações padrão resultassem em uma configuração mais segura. Essas alterações foram transferidas para o SP4, como a seguir:

[Início]

1.4 Determinar o nome da instância

Você deve saber os nomes das instâncias se quiser instalar várias cópias, ou instâncias, do MSDE 2000 e o mecanismo de banco de dados do SQL Server 2000 em um computador. É possível ter até 16 instâncias em um computador. Uma das instâncias não tem um nome de instância e é chamada a instância padrão. As outras 15 precisam ter um nome de instância exclusivo e são chamadas instâncias nomeadas.

O Programa de Instalação do MSDE SP4 é usado para instalar ou atualizar instâncias do MSDE. Se estiver instalando ou atualizando uma instância nomeada do MSDE, você deverá usar o parâmetro INSTANCENAME para especificar o nome da instância. Quando INSTANCENAME não é especificado, o Programa de Instalação opera na instância padrão do MSDE no computador. O MSDE 2000 SP4 não pode ser usado para atualizar uma instância do mecanismo de banco de dados do SQL Server 2000.

Para localizar as instâncias existentes no computador:

  1. No Windows Explorer, clique com o botão direito do mouse em Meu Computador e em Gerenciar.

  2. Expanda Serviços e Aplicativos.

  3. Clique em Serviços.

Uma instância padrão aparece no painel de listagem direito como um serviço denominado MSSQLSERVER. As instâncias nomeadas são listadas como serviços denominados MSSQL$Nome_da_Instância, onde Nome_da_Instância é o nome da instância.

Os nomes de instância devem seguir as regras mostradas nesta página da Web da Microsoft.

[Início]

1.5 Verificar a versão do Microsoft Data Access Components

A instalação do MSDE 2000 SP4 determina se uma versão instalada do MDAC (Microsoft Data Access Components) deve ser atualizada para o MDAC 2.8 SP1:

Observação   Consulte o artigo 301202 do Knowledge Base para obter instruções sobre como determinar a versão do MDAC instalada no computador.

Quando o MSDE 2000 SP4 instala o MDAC 2.8 SP1, a versão do idioma do MDAC é a mesma do idioma da versão do MSDE 2000 SP4. Para manter a versão do idioma do MDAC diferente daquela do MSDE 2000 SP4, baixe e instale a versão do MDAC 2.8 SP1 no idioma desejado antes de executar o Programa de Instalação do MSDE 2000 SP4. Você pode baixar versões do MDAC 2.8 SP1 em idiomas específicos na página de downloads de acesso de dados da Microsoft.

O MDAC 2.8 SP1 inclui uma atualização para o MSXML 3.0 SP7. O MDAC 2.81 também atualiza o SQLXML 1.0, lançado com o Microsoft SQL Server 2000. Esse service pack não instala ou atualiza o SQLXML 3.0. Se o seu aplicativo precisa do SQLXML 3.0, baixe-o e instale-o deste site da Microsoft. Para obter mais informações sobre o MDAC 2.8 SP1, consulte a página de downloads de acesso de dados da Microsoft. Para obter mais informações sobre o MDAC, consulte o artigo 822758 do Knowledge Base. As correções incluídas no MDAC 2.8 SP1 são documentadas no artigo 884930 do Knowledge Base.

Todas as versões do Windows com suporte para uso com o MSDE 2000 incluem uma versão do software MDAC que funciona com o MSDE 2000 SP4. Se você configurar uma instância do MSDE 2000 para dar suporte a comunicações de rede e para operar como um servidor de banco de dados, não precisará instalar software de cliente em nenhum computador Windows para permitir que os aplicativos conectem-se do computador à instância do MSDE 2000. Para obter mais informações sobre comunicações de rede, consulte esta página da Web da Microsoft.

Observação   Versões de pré-lançamento do SQL Server 2000 SP4 instalavam uma versão de pré-lançamento do MSXML 3.0 SP7. Se você instalou uma versão de pré-lançamento do SQL Server 2000 SP4, recomenda-se o download e a instalação da versão final do MSXML 3.0 SP7 deste site da Microsoft.

[Início]

1.6 Identificar a versão atual do MSDE 2000

Antes de executar o Programa de Instalação, identifique a versão da instância do MSDE 2000 que está sendo atualizada. Se essa versão já estiver no SP4 ou for superior a ele, não há necessidade de instalar o SP4.

Para identificar a versão do MSDE 2000 instalada

  1. Execute uma das seguintes pesquisas em relação a uma instância do mecanismo do banco de dados, usando isql, osql ou o Query Analyzer.
  2. Descubra qual é a versão do MSDE por meio da tabela a seguir.
    Versão e nível do SQL Server 2000 @@VERSION Product Level
    SQL Server 2000 Original Release (Versão original do SQL Server 2000) 8.00.194 RTM
    Desktop Engine SP1 8.00.384 SP1
    Desktop Engine SP2 8.00.534 SP2
    Desktop Engine SP3, SP3a ou MSDE 2000 Release A. 8.00.760 SP3
    MSDE 2000 SP4 8.00.2039 SP4

    Observação   A versão do seu produto pode ser diferente desses valores se você tiver aplicado um hotfix depois de instalar o produto ou um service pack anterior. Por exemplo, @@VERSION retorna um valor de 8.00.818 após a aplicação da correção de segurança MS03-031 ao MSDE 2000 Release A.

  3. (Opcional) Se você não tiver certeza de ter instalado uma edição do mecanismo do banco de dados do SQL Server 2000 ou o MSDE 2000, use isql, osql ou o Query Analyzer para executar a seguinte consulta em relação à instância em questão.

    SELECT SERVERPROPERTY('Edition')

    Quando o valor Desktop Engine é retornado, a instância é MSDE 2000.

[Início]

1.7 Informações adicionais sobre o SP4

A lista das correções contidas neste service pack está no artigo 888799 do Microsoft Knowledge Base. Cada correção listada no 888799 tem um link para um artigo do Knowledge Base que descreve o problema tratado pela correção. Siga os links até os artigos individuais do Knowledge Base para consultar as informações sobre cada correção.

Todas as informações relevantes sobre o SQL Server 2000 Service Pack 4 que não estavam disponíveis a tempo de constar deste arquivo Leiame serão publicadas no artigo 884525 do Microsoft Knowledge Base.

Os artigos do Knowledge Base mencionados neste Leiame podem ser encontrados no Microsoft Knowledge Base.

Para encontrar um artigo no Knowledge Base

  1. Em Advanced Search, na caixa de texto For, digite o número do arquivo desejado.

  2. Na lista suspensa Search Type, selecione Article ID.

  3. Clique no botão de seta para a direita Run the search.
Hotfixes

Todos os boletins sobre segurança do SQL Server 2000 SP3a e SQL Server 2000 (64 bits) publicamente divulgados foram tratados no SP4.

Se você recebeu um hotfix do SQL Server 2000 depois de 2 de dezembro de 2004, é pouco provável que ele esteja no SP4. Entre em contato com o provedor de suporte principal para obter o mesmo hotfix para o SQL Server 2000 SP4.

O SQL Server 2000 SP4 contém aperfeiçoamentos de capacidade de serviço que permitem desinstalar hotfixes futuros. Para obter mais informações, consulte a seção 5.7. Aperfeiçoamentos da capacidade de serviço.

Correções relacionadas ao vírus Slammer

O SQL Server 2000 SP4 incorpora alterações do MSDE 2000 que tratam de problemas causados pelo vírus Slammer:

Atualizações do SQL Server CE Server Tools

Os usuários do Microsoft SQL Server 2000 Windows® CE Edition (SQL Server CE) e SQL Server 2005 Mobile Edition (SQL Mobile) que fizeram ou que planejam fazer a atualização para o banco de dados do SQL Server 2000 e servidores do editor para SP4 também devem atualizar os componentes de replicação do servidor, nos servidores dos Serviços de Informações da Internet (IIS) da Microsoft. Instaladores de ferramentas do servidor atualizados estão disponíveis para o SQL Server CE e para o SQL Mobile.

Observação   Mesmo que tenha atualizado os componentes de replicação do servidor após fazer a atualização para o SQL Server 2000 SP3 ou SP3a, você precisará instalar as últimas atualizações específicas do SP4 para componentes de ferramentas do servidor.

Atualização de OPENXML

O SQL Server 2000 SP4 remove a dependência de OPENXML na versão do MSXML instalada pelo sistema operacional. O MSDE 2000 SP4 instala uma versão interna da tecnologia MSXML, que é compatível com versões anteriores do MSXML 2.6.

[Início]

1.8 Atualizações para o SQL Server 2000 Books Online estão disponíveis

SQL Server 2000 Books Online é a principal documentação sobre o MSDE 2000 do usuário. Books Online é periodicamente atualizado com correções e novas informações. Em janeiro de 2004, o Books Online foi atualizado para incluir informações adicionais sobre o MSDE 2000. É altamente recomendável baixar e instalar a versão mais recente do Books Online pelos seguintes motivos:

Versões atualizadas do Books Online estão diponíveis nos seguintes locais:

[Início]

Exemplos atualizados do SQL Server 2000 estão disponíveis

Exemplos relativos ao mecanismo do banco de dados do SQL Server 2000 que foram atualizados para o SQL Server 2000 SP3 e SP3a estão disponíveis neste site da Microsoft. Todos os exemplos que fazem referência a componentes do SQL Server 2000 inclusos no MSDE 2000 também se aplicam ao MSDE 2000, exceto os recursos para os quais o MSDE 2000 não oferece suporte. Os recursos incluídos são o mecanismo de banco de dados, componentes de conectividade e APIs de programação de cliente de banco de dados, Replicação e DTS.

[Início]

2.0 Onde encontrar e baixar o SQL Server 2000 SP4

Antes de preparar-se para baixar e extrair o SQL Server 2000 SP4, leia "Diretrizes para as fases de download e extração", adiante nesta seção. O SQL Server 2000 SP4 é distribuído das seguintes formas:

Depois de ter adquirido o SQL2000.MSDE-KB884525-SP4-x86-LLL.exe do site de download ou do CD do SP4, você poderá executá-lo para extrair os arquivos do MSDE 2000 SP4 no computador. O SQL2000.MSDE-KB884525-SP4-x86-LLL.exe cria um conjunto de pastas e arquivos no disco rígido que você poderá usar para instalar o MSDE 2000 SP4.

[Início]

2.1 Selecionando o idioma correto

Os service packs do SQL Server 2000 Desktop Engine são específicos a cada idioma. Para atualizar uma instância do MSDE 2000, você precisa obter o service pack do mesmo idioma da sua instância. O service pack pode ser obtido de um CD do SQL Server 2000 SP4 ou baixando os arquivos do MSDE 2000 SP4. Por exemplo, para atualizar uma instância do MSDE 2000 que usa o idioma japonês, você deve obter a versão do MSDE 2000 SP4 no idioma japonês.

Observação   O MSDE 2000 SP4 é a única parte do service pack disponível em português (Brasil), sueco e holandês, porque o SQL Server 2000 Desktop Engine é o único componente do SQL Server 2000 produzido nesses idiomas. Os componentes do SQL Server 2000 atualizados pelo Database Componentes SP4 ou pelo Analysis Services SP4 não estão disponíveis nesses idiomas.

Se não tiver certeza quanto ao idioma de uma instância do MSDE 2000:

[Início]

2.2 Baixando o MSDE 2000 SP4

Se a instância do MSDE 2000 foi instalada usando o utilitário de instalação do MSDE, você pode atualizar a instância do MSDE 2000 usando um arquivo de download do SQL Server 2000 SP4. O nome do pacote original do utilitário de instalação era SqlRun01.msi a SqlRun16.msi.

Para baixar o MSDE 2000 SP4:

[Início]

2.3 Extraindo os arquivos do MSDE 2000 SP4

Primeiro extraia os arquivos de instalação do SQL2000.MSDE-KB884525-SP4-x86-LLL.exe para poder instalar o MSDE 2000 SP4. Você pode executar o SQL2000.MSDE-KB884525-SP4-x86-LLL.exe diretamente do CD do SP4 ou da pasta em que esse arquivo foi baixado ou copiado do CD.

Para extrair os arquivos do MSDE 2000 SP4:

[Início]

2.4 Diretrizes para as fases de download e extração

Ao fazer o download e extrair os arquivos de instalação do MSDE 2000 SP4 via Internet, siga as seguintes diretrizes:    

[Início]

3.0 Instalação do Service Pack

Para instalar o MSDE 2000 SP4, siga as instruções de instalação descritas nas próximas seções. Revise o material da seção 1.0 Introdução, antes de instalar o MSDE 2000 SP4. Os estágios da instalação do MSDE 2000 SP4 são os seguintes:

  1. Preparar para a instalação do MSDE 2000 SP4

  2. Instalar o service pack executando o MSDE 2000 SP4

  3. Reiniciar serviços e aplicativos

O MSDE 2000 SP4 contém um conjunto completo de arquivos necessários para instalar ou atualizar instâncias do SQL Server 2000 Desktop Engine. Você pode executar todas as ações de instalação do MSDE 2000 usando os arquivos do MSDE 2000 SP4, se tiver uma licença para instalar ou atualizar uma instância do MSDE 2000. Para obter mais informações sobre o licenciamento do 2000, consulte este site da Microsoft.

Se precisar de informações adicionais sobre como executar o Programa de Instalação, a principal fonte de documentação é o SQL Server 2000 Books Online. Para obter mais informações sobre como instalar a mais recente versão do SQL Server 2000 Books Online ou acessar a cópia online na MSDN Library, consulte a seção 1.8 Atualizações do SQL Server 2000 Books Online estão disponíveis.

Este é um link para o tópico de referência do arquivo executável de instalação localizado na cópia do Books Online na MSDN Library: Personalizando o Desktop Engine Setup.exe.

Na versão mais recente do SQL Server 2000 Books Online, o tópico sobre a personalização do Desktop Engine Setup.exe (em inglês) documenta a funcionalidade da versão do arquivo executável de instalação incluso no Desktop Engine SP3a e no MSDE 2000 Release A. A documentação também está atualizada em relação à versão SP4 do programa de instalação do Desktop Engine, exceto quanto ao parâmetro SAVESYSDB, que foi introduzido no SP4. Para obter mais informações, consulte a seção 5.6.1 Novo parâmetro SAVESYSDB do Programa de Instalação do MSDE 2000 SP4.

Observação   Nas versões do Programa de Instalação do MSDE anteriores ao SQL Server 2000 SP3, era solicitado aos usuários que especificassem o arquivo do pacote de instalação .msi usado para instalar ou atualizar uma instância do MSDE 2000. No SP3 e versões posteriores do programa de instalação, a instalação gerencia os arquivos .msi e você não precisa especificar o arquivo .msi usado em uma atualização ou nova instalação.

[Início]

3.1 Preparar para a instalação do MSDE 2000 SP4

Antes de instalar o MSDE 2000 SP4, você deve fazer o seguinte:

  1. Fazer backup dos bancos de dados do SQL Server

  2. Verificar se os bancos de dados do sistema têm espaço livre suficiente

  3. Interromper serviços e aplicativos

3.1.1 Fazer backup dos bancos de dados do SQL Server

Antes de instalar o MSDE 2000 SP4, faça o backup dos bancos de dados master, msdb e model. A instalação do MSDE 2000 SP4 modifica os bancos de dados master, msdb e model, tornando-os incompatíveis com as versões do MSDE 2000 anteriores ao SP4. Os backups desses bancos de dados serão necessários caso você decida reinstalar o MSDE 2000 sem o SP4.

Também é prudente fazer backup dos bancos de dados do usuário, embora o SP4 só faça atualizações em bancos de dados do usuário que sejam membros de topologias de replicação.

Em caso de falha, um esquema de backup que leve em consideração a replicação permitirá restaurar um banco de dados até um ponto conhecido após a atualização para o SP4. Depois de aplicar o SP4, é recomendável fazer um log ou um backup completo de todos os bancos de dados do usuário envolvidos em uma topologia de replicação. Fazendo o backup desses bancos de dados, se no futuro houver falha no banco de dados de uma replicação, não será necessário reaplicar o SP4 após a restauração do banco de dados.

[Início]

3.1.2 Verificar se os bancos de dados do sistema têm espaço livre suficiente

Se a opção autogrow não estiver selecionada para os bancos de dados master e msdb, os bancos de dados deverão ter pelo menos 500 quilobytes (KB) de espaço livre. Para verificar se eles têm esse espaço, execute o procedimento sp_spaceused armazenado no sistema para o banco de dados master ou msdb. Se o espaço não alocado em qualquer um dos bancos de dados for menor do que 500 KB, aumente o tamanho do banco de dados. Para obter mais informações, consulte o tópico sobre como expandir um banco de dados (em inglês) no SQL Server Books Online.

Se a opção autogrow estiver selecionada para os bancos de dados master e msdb, e se houver espaço suficiente nas unidades, você poderá pular essa etapa.

Para verificar se a opção autogrow está selecionada no MSDE 2000, use o utilitário de prompt de comando osql para emitir as seguintes instruções SQL:

Na saída dessas instruções, verifique se o valor da coluna de crescimento não é 0.

[Início]

3.1.3 Interromper serviços e aplicativos antes de executar o Programa de Instalação do MSDE 2000 SP4

Antes de instalar o MSDE 2000 SP4, você deve interromper todos os aplicativos e serviços, inclusive Painel de Controle, Adicionar ou Remover Programas, SQL Server 2000 Reporting Services, SQL Server 2000 Notification Services e todos os aplicativos que fazem conexões com a instância do MSDE que será atualizada.

É possível aplicar o MSDE 2000 SP4 sem antes desligar os serviços, mas alguns deles não serão reiniciados sem a reinicialização do sistema. Se você não desativar os serviços, será instruído a reiniciar o computador quando o Programa de Instalação for concluído. Se o sistema não for reinicializado, os serviços a seguir poderão não ser iniciados:

Você pode reduzir a probabilidade de que seja necessário reinicializar o computador após a instalação do MSDE 2000 SP4. Para isso, antes de executar o Programa de Instalação, interrompa os serviços e aplicativos listados acima.

[Início]

3.2 Executar o Programa de Instalação do MSDE 2000 SP4

Esta seção contém diretrizes gerais para executar o utilitário de intalação do MSDE 2000 SP4. Esta seção apresenta exemplos dos cenários do MSDE 2000 SP4 mais comuns:

Para instalar o MSDE 2000 SP4, execute Setup.exe a partir de um destes locais:

Isso inicia o processo de instalação.

O arquivo executável de instalação incluso no MSDE 2000 SP4 é a versão SP4 do programa Desktop Engine Setup para o MSDE 2000. Exceto pelo parâmetro SAVESYSDB, a operação do Programa de Instalação do MSDE 2000 SP4 é documentada (em inglês) na versão mais recente do SQL Server 2000 Books Online. Para obter mais informações sobre como instalar a mais recente versão do SQL Server 2000 Books Online, consulte a seção 1.8 Atualizações do SQL Server 2000 Books Online estão disponíveis. Trata-se de uma cópia em inglês do tópico de referência que documenta o comportamento de Setup.exe: Personalizando o Desktop Engine Setup.exe.

[Início]

3.2.1 Diretrizes gerais para executar o Programa de Instalação

O MSDE 2000 SP4 foi projetado para ser distribuído com aplicativos e instalado pelo programa de instalação de um aplicativo. O MSDE 2000 não tem um programa de instalação interativo. Os mecanismos de instalação do MSDE 2000 são projetados para ser chamados pelo utilitário de instalação de um aplicativo. A instalação do aplicativo trata de toda a interação necessária com o usuário final. O MSDE 2000 tem dois mecanismos de instalação:

[Início]

Parâmetros do Programa de Instalação

Você deve executar o Setup.exe a partir do prompt de comando para instalar ou atualizar uma instância do MSDE. Os usuários controlam o comportamento do Programa de Instalação do MSDE 2000 especificando parâmetros. Os parâmetros da instalação podem ser especificados de duas formas:

Os valores dos parâmetros do Programa de Instalação do MSDE que tiverem caracteres especiais como, por exemplo, espaços em branco, devem ser especificados entre aspas. Caso contrário, as aspas são opcionais.

As seções 3.2.2, 3.2.3 e 3.2.4 mostram exemplos dos parâmetros que devem ser usados para os cenários mais comuns de instalação do MSDE 2000 SP4. Os parâmetros que podem ser especificados para o Programa de Instalação estão documentados na versão mais recente do SQL Server 2000 Books Online. Para obter informações sobre como instalar a mais recente versão do SQL Server 2000 Books Online, consulte a seção 1.8 Atualizações do SQL Server 2000 Books Online estão disponíveis. Trata-se de uma cópia em inglês do tópico de referência que documenta o comportamento de Setup.exe: Personalizando o Desktop Engine Setup.exe.

Observação   Podem ocorrer problemas se você usar uma conexão de serviços de terminal para tentar atualizar uma instância existente do MSDE para o MSDE 2000 SP4, ou para instalar uma nova instância do MSDE 2000 SP4. Se forem encontrados problemas, reinicie o Programa de Instalação no computador local.

[Início]

Usando um arquivo .ini

Você pode especificar parâmetros para o Setup.exe do MSDE 2000 em um arquivo .ini cuja localização é especificada por uma opção /settings. Um arquivo .ini é um arquivo de texto; por exemplo, um arquivo que você cria usando o Bloco de notas e salva com um nome de arquivo cuja extensão é .ini. No arquivo .ini, a primeira linha é [Options]. Em seguida você especifica os parâmetros, um por linha.

Observação de segurança  Se você utilizar um arquivo .ini durante a instalação, evite armazenar credenciais de segurança nesse arquivo.

O exemplo abaixo especifica os parâmetros no prompt de comando:

setup SAPWD="AStrongPassword" INSTANCENAME="InstanceName"
TARGETDIR="C:\MyInstanceFolder"

Para executar o Programa de Instalação com os mesmos parâmetros especificados em um arquivo .ini, use o Bloco de notas para criar um arquivo nomeado MyParameters.ini com o seguinte conteúdo:

[Options]
INSTANCENAME="InstanceName"
TARGETDIR="C:\MyInstanceFolder"

Em seguida execute o Programa de Instalação, usando a opção /settings para apontar para o arquivo .ini:

setup /settings "MyParameters.ini" SAPWD="AStrongPassword"

[Início]

Solicitando um log de instalação

Use um log detalhado para verificar se a instalação N foi bem-sucedida ou como ajuda para solucionar problemas ocorridos.

Para gerar um log detalhado, especifique /L*v <Nome_do_arquivo_de_log>, onde <Nome_do_arquivo_de_log> é o nome de um arquivo de log em que o Programa de Instalação registra todas as suas ações. Se você não especificar um caminho como parte do nome, o arquivo de log será criado na pasta atual. Se estiver executando o Programa de Instalação a partir de um CD, será preciso especificar o caminho completo para uma pasta do disco rígido.

O exemplo a seguir cria um arquivo de log, MSDELog.log, na pasta raiz da unidade de disco C:

setup SAPWD="AStrongSAPassword" /L*v C:\MSDELog.log

Se a instalação for bem-sucedida, uma entrada similar a esta aparecerá no final do log:

=== Logging stopped: 5/16/03  0:06:10 ===
MSI (s) (BC:7C): Product: Microsoft SQL Server Desktop Engine
 -- Installation operation completed successfully.

Se a instalação for malsucedida, uma entrada similar a esta aparecerá no final do log:

=== Logging stopped: 5/15/03  23:50:34 ===
MSI (c) (6A:CE): Product: Microsoft SQL Server Desktop Engine
 -- Installation operation failed.

Se a instalação for malsucedida, procure a seqüência "value 3" no log de erros. Entre as 10 linhas da seqüência haverá uma notificação de falha de uma ação personalizada. A notificação contém informações adicionais sobre a natureza da falha.

[Início]

3.2.2 Atualizando instâncias existentes do MSDE 2000 para o MSDE 2000 SP4

Os exemplos nesta seção mostram como atualizar uma instância existente do MSDE 2000 para o MSDE 2000 SP4, e como desativar a conectividade de rede para essa instância do MSDE 2000. Se a instância precisar aceitar conexões de aplicativos que estão sendo executados em outros computadores, não especifique o parâmetro DISABLENETWORKPROTOCOLS.

Os exemplos nesta seção assumem que o logon do sa tenha uma senha forte. Para obter mais informações sobre senhas de logon do sa consulte a seção 1.3 Considerações sobre segurança relativas ao MSDE 2000 SP4.

Para atualizar uma instância existente do MSDE 2000 para o MSDE 2000 SP4

  1. Abra uma janela de prompt de comando.

  2. No prompt de comando, use o comando cd para navegar para a pasta que contém o utilitário de instalação do MSDE 2000 SP4:
    cd c:\MSDESP4Folder\MSDE

    onde c:\MSDESP4Folder é o caminho para a pasta na qual os arquivos do MSDE 2000 SP4 foram extraídos ou a pasta MSDE 2000 SP4 no CD do SQL Server 2000 SP4.

  3. Execute um dos seguintes comandos:

    Quebras de linha foram incluídas nesses exemplos para facilitar a leitura. Os comandos devem ser executados sem quebras de linha.

    Observação   Se a instância do MSDE 2000 que está sendo atualizada foi anteriormente atualizada do MSDE 1.0 usando um service pack anterior do SQL Server 2000, você deve acrescentar também UPGRADE=1 ao comando de instalação.

    Observação de segurança  Se você utilizar um arquivo .ini durante a instalação, não armazene credenciais nesse arquivo.

[Início]

3.2.3 Instalando uma nova instância do MSDE 2000 SP4

Os exemplos nesta seção mostram como instalar uma nova instância do MSDE 2000 SP4 que foi configurada com sua conectividade de rede desativada, o comportamento padrão. Se for necessário que a instância aceite conexões de aplicativos que estão sendo executados em outros computadores, você também deverá especificar DISABLENETWORKPROTOCOLS=0.

Os exemplos abaixo instalam instâncias usando os padrões de todos os itens de configuração como, por exemplo, intercalação e localizações de arquivos. As configurações podem ser controladas por parâmetros da instalação como, por exemplo, COLLATION, DATADIR e TARGETDIR. Para obter mais informações sobre os parâmetros que podem ser especificados por ocasião da instalação, consulte Personalizando o Desktop Engine Setup.exe.

Para instalar uma nova instância do Desktop Engine

  1. Abra uma janela de prompt de comando.

  2. No prompt de comando, use o comando cd para navegar para a pasta que contém o utilitário de instalação do MSDE 2000 SP4:
    cd c:\MSDESP4Folder\MSDE

    onde c:\MSDESP4Folder é o caminho para a pasta na qual os arquivos do MSDE 2000 SP4 foram extraídos ou a pasta MSDE 2000 SP4 no CD do SQL Server 2000 SP4.

  3. Execute um dos seguintes comandos:

Importante  Se você utilizar um arquivo .ini durante a instalação, não armazene credenciais nesse arquivo.

Importante  Sempre especifique uma senha forte para o logon do sa, mesmo quando a instância estiver configurada para usar a Autenticação do Windows.

[Início]

3.2.4 Atualizando o MSDE 1.0 para o MSDE 2000 SP4

Os exemplos nesta seção mostram como atualizar uma instância existente do MSDE 1.0 para o MSDE 2000 SP4 e desativar a conectividade de rede da instância. Se for necessário que a instância aceite conexões de aplicativos que estão sendo executados em outros computadores, não especifique o parâmetro DISABLENETWORKPROTOCOLS.

O MSDE 1.0 funciona de maneira igual à de uma instância padrão do MSDE 2000 e sempre é atualizado para uma instância padrão do MSDE 2000.

Observação   Instâncias do MSDE 1.0 em uma topologia de replicação não podem ser atualizadas para o MSDE 2000 SP4.

Para atualizar uma instância do MSDE 1.0 para o MSDE 2000 SP4

  1. Abra uma janela de prompt de comando.

  2. No prompt de comando, use o comando cd para navegar para a pasta que contém o utilitário de instalação do MSDE 2000 SP4:
    cd c:\MSDESP4Folder\MSDE

    onde c:\MSDESP4Folder é o caminho para a pasta na qual os arquivos do MSDE 2000 SP4 foram extraídos ou a pasta MSDE 2000 SP4 no CD do SQL Server 2000 SP4.

  3. Execute um dos seguintes comandos:

Importante  Se você utilizar um arquivo .ini durante a instalação, não armazene credenciais nesse arquivo.

Observação de segurança  O uso de senhas em branco é altamente desaconselhável, porque essas senhas aumentam significativamente a vulnerabilidade a violações da segurança.

Observação   Se você usar BLANKSAPWD=1, não precisará especificar SECURITYMODE=SQL ou UPGRADEUSER e UPGRADEPWD.

[Início]

3.3 Reiniciar serviços e aplicativos

Quando o Programa de Instalação é concluído, pode ser necessário reiniciar o sistema. A seção 3.1.3 Interromper serviços e aplicativos antes de executar o Programa de Instalação do MSDE 2000 SP4 apresenta diretrizes sobre quando uma reinicialização é necessária. Após a reincialização do sistema (ou depois de o Programa de Instalação ter sido concluído sem solicitar a reinicialização), use o aplicativo Serviços, no Painel de Controle, para verificar se os serviços interrompidos antes da aplicação do service pack agora estão sendo executados. Entre os serviços que podem ter sido interrompidos antes da aplicação do service pack estão o DTC e os serviços MSSQLServer e SQLServerAgent ou os equivalentes específicos da instância.

Reinicie os aplicativos que você fechou antes de executar o Programa de Instalação do service pack.

Nesse momento, também é aconselhável fazer o bsckup dos bancos de dados master e msdb atualizados.

[Início]

3.4 Instalar o MSDE 2000 SP4 em servidores replicados

As informações a seguir aplicam-se apenas a instâncias existentes do MSDE 2000 que fazem parte de uma topologia de replicação mesclada.

[Início]

Instalando o MSDE 2000 SP4 em um servidor que atue como Editor e Assinante

Você precisa imobilizar o sistema (parar todas as atualizações) e atualizar todos os servidores simultaneamente nos casos a seguir.

Exemplo 1: Topologia que requer atualizações simultâneas

A tabela a seguir contém servidores que editam e assinam publicações que permitem atualizações ao Assinante. Como já foi observado na seção anterior, você deve obedecer à ordem de atualização Distribuidor, Editor, Assinante para topologias que permitem atualizações do Assinante. Essa ordem exige que você atualize primeiro o Servidor A, para publicação mesclada, e primeiro o Servidor B, para publicação transacional, com atualização de Assinantes. Nesse caso, você deve imobilizar o sistema e atualizar os servidores simultaneamente.

Servidor A Servidor B
Editor/Distribuidor para replicação mesclada Assinante para replicação mesclada
Assinante para replicação transacional com atualização Editor/Distribuidor para replicação transacional com atualização

Exemplo 2: Topologia que permite atualizações em seqüência

Neste exemplo, você pode atualizar primeiro o Servidor A, já que a publicação transacional somente leitura permite a atualização de um Assinante antes da atualização do Editor/Distribuidor.

Servidor A Servidor B
Editor/Distribuidor para replicação mesclada Assinante para replicação mesclada
Assinante para replicação transacional somente leitura Editor/Distribuidor para replicação transacional somente leitura

[Início]

3.5 Aplicar o MSDE 2000 SP4 a bancos de dados ou grupos de arquivos somente leitura em uma topologia de replicação

As informações a seguir aplicam-se apenas a instâncias do MSDE 2000 que fazem parte de uma topologia de replicação mesclada.

Quando existem bancos de dados ou grupos de arquivos não graváveis, o Programa de Instalação exibe a seguinte mensagem:

Setup has detected one or more databases and filegroups which are not writable.

Em geral, você pode ignorar esse aviso e a instalação prosseguirá. Mas se algum dos bancos de dados listados no log do Programa de Instalação for membro de uma topologia de replicação, você deverá torná-lo gravável e reaplicar o SP4 àquela instância do SQL Server 2000.

Durante a instalação, o Programa de Instalação não faz distinção entre bancos de dados não graváveis e bancos de dados que estejam offline ou sejam suspeitos. Se um banco de dados ou grupo de arquivos em uma topologia de replicação estiver na condição não-gravável durante a instalação, você deverá reaplicar o service pack para atualizar esse banco de dados. Para obter mais informações sobre como colocar um banco de dados online, consulte o tópico sobre como conectar e desconectar um banco de dados (em inglês) no SQL Server Books Online. Para obter mais informações sobre o diagnóstico de bancos de dados suspeitos, consulte o tópico sobre solução de problemas de servidores e bancos de dados (em inglês) no SQL Server Books Online.

Para aplicar o MSDE 2000 SP4 a um banco de dados somente leitura

  1. Torne gravável o banco de dados somente leitura usando a instrução ALTER DATABASE , como a seguir:
    ALTER DATABASE database SET READ_WRITE
  2. Repita a etapa 1 para todos os bancos de dados somente leitura.

  3. Aplique (ou reaplique) o SP4.

  4. Se necessário, retorne o banco de dados à condição somente leitura usando ALTER DATABASE, como a seguir:
    ALTER DATABASE database SET READ_ONLY

Para aplicar o SP4 a um grupo de arquivos somente leitura

  1. Torne gravável o grupo de arquivos somente leitura usando ALTER DATABASE, como a seguir:
    ALTER DATABASE Database 
    MODIFY FILEGROUP filegroup_name READWRITE 
  2. Repita a etapa 1 para todos os grupos de arquivos somente leitura.

  3. Aplique (ou reaplique) o service pack.

  4. Retorne o grupo de arquivos à condição somente leitura usando ALTER DATABASE, como a seguir:
    ALTER DATABASE Database 
    MODIFY FILEGROUP filegroup_name READONLY

Para obter mais informações sobre ALTER DATABASE, consulte o tópico de referência "ALTER DATABASE" (em inglês), no SQL Server Books Online. Para obter mais informações sobre como reaplicar o SP4, consulte a seção 3.8 Reaplicar o MSDE 2000 SP4.

[Início]

3.6 Atualizar o catálogo de servidores vinculados

Quando você atualiza uma instância do MSDE 2000 para o MSDE 2000 SP4, pode ser necessário verificar se alguns dos procedimentos armazenados no sistema são atualizados em outras instâncias do SQL Server ou do MSDE.

A instalação do MSDE 2000 SP4 contém uma atualização do MDAC para o MDAC 2.8 SP1. O MDAC 2.8 SP1 contém atualizações para o provedor SQLOLEDB e para o driver ODBC do SQL Server. Para obter mais informações, consulte a seção 1.5 Verificar a versão do Microsoft Data Access Components. Quando o provedor ou o driver conecta-se a uma instância do SQL Server ou do MSDE, o provedor ou driver usa um conjunto de procedimentos armazenados no sistema conhecidos como procedimentos armazenados no catálogo. As versões dos procedimentos armazenados no catálogo na instância devem ser da mesma versão ou posteriores à versão usada pelo provedor e driver. Se você tentar conectar-se a uma instância do SQL Server ou do MSDE que tenha versões anteriores dos procedimentos armazenados no catálogo, receberá este erro:

The ODBC catalog stored procedures installed on server <ServerName>
are version <OldVersionNumber>; version <NewVersionNumber> or later
is required to ensure proper operation. Please contact your system
administrator.

Execute o script Instcat.sql

Cada versão do provedor e driver é acompanhada de um script nomeado Instcat.sql. Esse script atualiza os procedimentos armazenados no catálogo em toda instância do SQL Server ou MSDE que tenha uma versão anterior do catálogo.

Depois de instalar o MSDE 2000 SP4, você deve executar o script Instcat.sql a partir do MSDE 2000 SP4 para toda instância do SQL Server ou MSDE que seja uma versão anterior ao SQL Server 2000 SP4 e que tenha as seguintes características:

Para atualizar os procedimentos armazenados no catálogo em uma instância do MSDE 2000 que tenha a opção Autenticação do Windows selecionada:

  1. Faça logon no Windows usando um logon que seja membro da função fixa do servidor sysadmin do SQL Server.

  2. Abra uma janela de prompt de comando.

  3. Execute o utilitário osql:

Para atualizar os procedimentos armazenados no catálogo em uma instância do MSDE 2000 que tenha a opção Autenticação de modo misto selecionada:

  1. Faça logon no Windows usando qualquer logon.

  2. Abra uma janela de prompt de comando.

  3. Execute o utilitário osql:

onde:

O script Instcat.sql gera muitas mensagens. De modo geral, as mensagens não indicam erros. Elas apenas informam quantas linhas foram afetadas por cada instrução Transact-SQL no script. A mensagem final deve indicar se a execução do script foi bem-sucedida.

[Início]

3.7 Desinstalar o MSDE 2000 SP4

Para poder voltar às versões do MSDE 2000 anteriores ao SP4, faça o backup dos bancos de dados master, msdb, e model antes de instalar o SP4. Para obter mais informações, consulte a seção 3.1 Fazer backup dos bancos de dados do SQL.

Para voltar para uma versão do MSDE 2000 anterior ao SP4

  1. Desconecte todos os bancos de dados do usuário. Para obter mais informações, consulte o tópico sobre como conectar e desconectar um banco de dados (Enterprise Manager) (em inglês), no SQL Server Books Online.

  2. Desinstale o MSDE 2000: no Painel de Controle, clique duas vezes em Adicionar ou Remover Programas, selecione a instância do MSDE 2000 que você deseja desinstalar e clique em Remover.

  3. Reinstale o MSDE 2000 a partir do CD ou do local em que o MSDE 2000 foi originariamente instalado.

  4. Aplique todos os service packs e hotfixes que foram instalados antes do MSDE 2000 SP4.

  5. Restaure os bancos de dados master, msdb e model a partir do último backup criado antes da instalação do SP4. Se o local dos arquivos de dados não foi alterado, essa restauração conecta automaticamente todos os bancos de dados do usuário que estavam conectados quando o backup foi criado.

  6. Conecte todos os bancos de dados do usuário que foram criados após o último backup do banco de dados master.

  7. Configure a replicação, se necessário.

    Aviso  Ao retornar à versão do SQL Server anterior ao SP4, todas as alterações feitas aos bancos de dados master, msdb e model após a instalação do SP4 são perdidas.

    Observação   As atualizações do MDAC não são desinstaladas quando você reverte para uma versão do MSDE 2000 anterior ao SP4. Para obter mais informações, consulte a seção 1.5 Verificar a versão do Microsoft Data Access Components.

[Início]

3.8 Reaplicar o MSDE 2000 SP4

É preciso reaplicar o MSDE 2000 SP4 quando foram tornados graváveis bancos de dados ou grupos de arquivos que fazem parte de uma topologia de replicação e eram somente leitura durante a aplicação inicial do SP4.

Para reaplicar o MSDE 2000 SP4, siga as etapas descritas na seção 3.0 Instalação do Service Pack.

[Início]

4.0 Informações adicionais sobre a instalação

Esta seção documenta considerações adicionais sobre a instalação do service pack.

4.1 Redistribuindo o MSDE 2000 SP4

O MSDE 2000 SP4 contém todos os arquivos necessários para a redistribuição do MSDE 2000 com aplicativos, se o fabricante do aplicativo tiver uma licença para distribuir o MSDE 2000. Você pode distribuir os arquivos do MSDE 2000 SP4 conforme documentado na versão mais recente do SQL Server 2000 Books Online. Você também pode registrar-se para direitos de redistribuição do MSDE 2000 neste site da Microsoft.

Para obter informações sobre como instalar a mais recente versão do SQL Server 2000 Books Online, consulte a seção 1.8 Atualizações do SQL Server 2000 Books Online estão disponíveis.

[Início]

Distribuindo patches do MSDE 2000 SP4

Um aplicativo que tenha um utilitário de instalação baseado no Windows Installer pode instalar uma instância do MSDE 2000 consumindo módulos de mesclagem do MSDE 2000. O MSDE 2000 SP4 fornece módulos de mesclagem para dar suporte a aplicativos existentes que usam esse tipo de módulo. Os utilitários de instalação para novos aplicativos devem ser criados de modo a chamar o utilitário de instalação do MSDE 2000, ao invés de consumir diretamente os módulos de mesclagem do MSDE 2000.

Os fabricantes que optam por instalar instâncias do MSDE 2000 usando os módulos de mesclagem do MSDE 2000 devem fornecer todos os patches subseqüentes do MSDE 2000 para seus clientes. As instâncias do MSDE 2000 instaladas pelo consumo direto dos módulos de mesclagem pelo aplicativo são marcadas com um código de produto GUID que o Windows Installer associa ao aplicativo. Somente arquivos de patch que também contenham o código de produto GUID do aplicativo podem aplicar patches a essas instâncias do MSDE 2000. Somente os arquivos de patch produzidos pelo fabricante do aplicativo conterão os códigos de produto apropriados. Os service packs do MSDE 2000 fornecidos pela Microsoft não poderão ser aplicados a essas instâncias. O fabricante do aplicativo deve criar arquivos de patch a partir dos arquivos do MSDE 2000 SP4 e distribuí-los a todos os seus clientes do MSDE que precisarem das correções inclusas no SP4.

Para obter mais informações sobre como criar pacotes de patch, consulte o Windows Installer Software Development Kit (SDK), que pode ser baixado do site Microsoft Platform SDK.

Se o utilitário de instalação de um aplicativo instala uma instância do MSDE 2000 chamando o Programa de Instalação do MSDE 2000, essa instância do MSDE 2000 é marcada com o código de produto GUID do MSDE 2000. Os clientes podem aplicar patches a essas instâncias usando os arquivos de service pack padrão do MSDE 2000. O fabricante do aplicativo pode escolher uma destas formas de distribuição do MSDE 2000 SP4:

[Início]

4.2 Localizações dos arquivos do MSDE 2000 SP4

Todos os arquivos e pastas do MSDE SP4 são armazenados na pasta \MSDE, localizada em um ou mais dos seguintes locais:

A pasta \MSDE contém o arquivo Readmesql2k32desksp4.htm, o arquivo readme.txt file, o arquivo license.txt e os arquivos executáveis para o utilitário de instalação. Ela também contém as seguintes subpastas:

Para obter mais instruções sobre como usar os módulos de mesclagem do MSDE, consulte o tópico sobre o uso de módulos de mesclagem do SQL Server Desktop Engine (em inglês), no SQL Server Books Online.

Observação   Os módulos de mesclagem não têm suporte para novas instalações. Eles são fornecidos no SP4 para instâncias de serviço do MSDE 2000 instaladas anteriormente usando módulos de mesclagem.

Se a instalação do seu aplicativo chama o Programa de Instalação do MSDE 2000, crie uma pasta que tenha a estrutura e os conjuntos de arquivos a seguir. A pasta MSDEInstallFolder representa um exemplo de nome de pasta:

MSDEInstallFolder

Copie os seguintes arquivos para esse local, a partir da pasta \MSDE do MSDE 2000 SP4: Setup.exe, Setup.ini, Setup.rll e sqlresld.dll.

MSDEInstallFolder\Msi

Copie para esse local todos os arquivos da pasta \MSDE\Msi do MSDE 2000 SP4.

MSDEInstallFolder\Setup

Copie para esse local todos os arquivos da pasta \MSDE\Setup do MSDE 2000 SP4.

Depois disso, você pode executar Setup.exe para instalar ou atualizar instâncias do MSDE 2000 SP4.

Observação   Se o Windows Installer não tiver sido instalado no computador, ou se for de uma versão anterior à versão requerida pelo Programa de Instalação do MSDE 2000 SP4, o Programa de Instalação usará os arquivos presentes na pasta MSDEInstallFolder\Msi para atualizar o Windows Installer.

[Início]

5.0 Observações da documentação

Esta seção aborda problemas que podem ocorrer após a aplicação do MSDE 2000 SP4 e os novos recursos disponíveis quando se executa o SP4. Esses problemas ocorrem quando você executa o service pack para atualizar de uma versão anterior do MSDE 2000, inclusive o MSDE 2000 Release A. Esta seção não descreve todas as correções fornecidas no SP4. Para obter uma lista completa dessas correções, consulte o artigo 888799 do Knowledge Base.

Todas as informações relevantes sobre o SQL Server 2000 Service Pack 4 que não estavam disponíveis a tempo de constar deste arquivo Leiame serão publicadas no artigo 884525 do Microsoft Knowledge Base.

[Início]

5.1 Aperfeiçoamentos do MSDE 2000

Os seguintes aperfeiçoamentos aplicam-se a instâncias do MSDE 2000 nas quais o Database Components SP4 é instalado. Eles também aplicam-se a instâncias do MSDE 2000 Release A nas quais o Database Components SP4 é instalado.

[Início]

5.1.1 Equipes de hash removidas

Introduzido no SP1

As equipes de hash foram removidas. Devido a alguns aperfeiçoamentos feitos no MSDE 2000, as equipes de hash não oferecem mais as vantagens de desempenho que ofereciam no MSDE 1.0. Além disso, a remoção das equipes de hash torna o MSDE 2000 mais estável.

Assim, o otimizador de consultas não gera mais planos de consultas usando as equipes de hash.

Em casos excepcionais, a remoção das equipes de hash pode fazer com que a consulta fique mais lenta. Analise essas consultas para ver se a criação de índices mais adequados permite que retornem ao nível anterior de desempenho.

[Início]

5.1.2 Opções de máscara de afinidade adicionadas

Introduzido no SP1

Duas opções de máscara de afinidade foram adicionadas a este service pack.

Opção de E/S de máscara de afinidade

Com este service pack, você pode especificar as CPUs que serão usadas para executar segmentos de operações de E/S de disco. Esse switch deve ser usado com a opção affinity mask. Para obter mais informações, consulte o artigo 298402 do Knowledge Base.

Switch de conexão de affinity mask

Com este service pack, você pode configurar sistemas ativados para a arquitetura de interface virtual (VIA) para ligar as conexões do MSDE 2000 de determinadas placas de rede a um processador ou conjunto de processadores. Esse switch deve ser usado com a opção affinity mask. Para obter mais informações, consulte o artigo 299641 do Knowledge Base.

[Início]

5.1.3 Alterações de sintaxe para sp_change_users_login

Introduzido no SP3

Ao executar sp_change_users_login com o argumento @Action=Auto_Fix, você deverá agora especificar uma senha. sp_change_users_login atribui a senha a qualquer novo logon criado para o usuário. O exemplo a seguir mostra o novo argumento @Password:

sp_change_users_login [ @Action = ] 'action' 
    [ , [ @UserNamePattern = ] 'user' ] 
    [ , [ @LoginName = ] 'login' ]
    [ , [ @Password = ] 'password' ]

Use o argumento @Password apenas com @Action=Auto_Fix. O exemplo a seguir mostra a nova sintaxe para o comando sp_change_users_login, quando se utiliza Auto_Fix. Outros exemplos do SQL Server Books Online permanecem inalterados.

USE pubs
go
EXEC sp_change_users_login 'Auto_Fix', 'Mary', NULL, 'B3r12-36'
go

[Início]

5.1.4 Acesso ad hoc a fornecedores de banco de dados OLE desativado por padrão

Introduzido no SP3

Se a opção do Registro DisallowAdhocAccess não for explicitamente definida, por padrão, não será permitido o acesso ad hoc a fornecedores de banco de dados OLE. Isso significa que a sintaxe da consulta ad hoc, como OPENDATASOURCE e OPENROWSET, não funcionará em relação a servidores remotos. Para permitir o acesso ad hoc, você deve definir explicitamente a opção DisallowAdhocAccess como 0.

[Início]

5.1.5 Nova opção de fornecedor SqlServerLike

Introduzido no SP3

Para possibilitar o processamento mais eficaz das consultas remotas que incluem predicados LIKE, a opção SqlServerLike foi adicionada ao SP3. O MSDE 2000 SP3 ou posterior agora tem duas opções para enviar operações LIKE a servidores vinculados. Se o fornecedor de banco de dados OLE para um servidor vinculado oferecer suporte à sintaxe SQL Server para o operador LIKE e curingas, você poderá especificar a opção SqlServerLike para fazer com que o MSDE 2000 envie operações LIKE usando a sintaxe SQL Server. Se o fornecedor de banco de dados OLE para um servidor vinculado informar que oferece suporte à sintaxe ANSI/ISO SQL-92 básica ou retornar a propriedade SQLPROP_ANSILIKE, o SQL Server enviará as operações LIKE ao servidor vinculado usando a sintaxe SQL-92. Para obter mais informações sobre SQLPROP_ANSILIKE, consulte o tópico sobre programação do conjunto de propriedades SQLPROPSET_OPTHINTS (em inglês) no SQL Server Books Online.

Você precisa adicionar um valor de chave do Registro para ativar a opção SqlServerLike para um fornecedor de banco de dados OLE.

Observação de segurança  A edição incorreta do Registro pode causar problemas sérios que poderão exigir a reinstalação do sistema operacional. A Microsoft não pode garantir que problemas resultantes da edição incorreta do Registro possam ser solucionados. Antes de editar o Registro, faça o backup de todos os dados importantes.

  1. Abra o Regedit32.

  2. Localize a chave do Registro adequada:
  3. Na chave <Provider Name>, adicione um valor DWORD denominado SqlServerLIKE e defina o valor como 1.

[Início]

5.1.6 Mensagens de erro expandidas para consultas distribuídas

Introduzido no SP3

Para consultas distribuídas, o MSDE 2000 retorna informações de erros do provedor, além de informações de erros do servidor. Quando uma consulta entre servidores vinculados resulta em um erro, o MSDE 2000 verifica se o provedor oferece suporte à interface OLE DB IErrorRecords. Se houver suporte a essa interface, o MSDE 2000 chamará a função GetErrorInfo para obter informações adicionais sobre erros do provedor, e retornará essas informações ao usuário como parte da mensagem de erro. Se não houver suporte à interface IErrorRecords, não haverá alterações no comportamento do MSDE 2000: o MSDE 2000 retornará um erro genérico.

Por exemplo, execute a seguinte consulta em um servidor que utilize MSDASQL e que não oferece suporte a sql_variant:

SELECT * FROM remote2k.dqtable.dbo.sqlvariantnotnull 
--Remote2k is a loopback server.

Antes do SP3, o MSDE 2000 retornaria a seguinte mensagem de erro:

Server: Msg 7356, Level 16, State 1, Line 1

OLE DB provider 'msdasql' supplied inconsistent metadata for a column.
Metadata information was changed at execution time.

Após a aplicação do SP3, o MSDE 2000 retorna a seguinte mensagem de erro:

Server: Msg 7356, Level 16, State 1, Line 1

OLE DB provider 'msdasql' supplied inconsistent metadata for a column.
Metadata information was changed at execution time.

OLE DB error trace [Non-interface error:  Column 'sql_variant' (compile-time
ordinal 3) of object '"dqtable"."dbo"."sqlvariantnotnull"' was reported
to have a DBCOLUMNFLAGS_ISFIXEDLENGTH of 16 at compile time and 0 at run time].

[Início]

5.1.7 Nova função fn_get_sql retorna instrução SQL

Introduzido no SP3

O SP3 inclui a nova função fn_get_sql, que retorna o texto da instrução SQL correspondente ao manipulador de SQL especificado. Além disso, para oferecer suporte a essa função, três novas colunas foram acrescentadas à tabela do sistema sysprocesses: sql_handle, stmt_start e stmt_end.

fn_get_sql está documentada na mais recente cópia do SQL Server 2000 Books Online. Para obter informações sobre como instalar a mais recente versão do SQL Server 2000 Books Online, consulte a seção 1.8 Atualizações do SQL Server 2000 Books Online estão disponíveis. Trata-se de uma cópia em inglês do tópico de referência de fn_get_sql.

[Início]

5.1.8 Encadeamento de propriedade entre bancos de dados

Introduzido no SP3

Esse service pack oferece novas opções para ativar e desativar o encadeamento de propriedades entre bancos de dados.

Ao instalar o MSDE 2000 SP4, você pode usar o parâmetro de instalação ALLOWXDBCHAINING para ativar o encadeamento de propriedade entre bancos de dados para todos os bancos de dados. ALLOWXDBCHAINING está documentada na mais recente cópia do SQL Server 2000 Books Online no tópico sobre personalização do Desktop Engine Setup.exe (em inglês). Para obter informações sobre como instalar a mais recente versão do SQL Server 2000 Books Online, consulte a seção 1.8 Atualizações do SQL Server 2000 Books Online estão disponíveis.

Observação   A ativação do encadeamento de propriedade entre bancos de dados para todos os bancos não é recomendada.

Após a instalação, você poderá usar os seguintes métodos para ativar e desativar o encadeamento de propriedade entre bancos de dados para todos os bancos de dados da instância:

Se o encadeamento de propriedade entre bancos de dados estiver desativado para a instância, você poderá configurá-lo para bancos de dados individuais. Utilize os métodos a seguir para ativar e desativar o encadeamento de propriedade entre bancos de dados para um determinado banco de dados:

Para obter mais informações, clique no botão de Ajuda da página Lista de verificação da compatibilidade com versões anteriores ao executar o Programa de Instalação, faça o download da edição atualizada do SQL Server 2000 Books Online ou consulte o artigo 810474 do Knowledge Base.

[Início]

5.1.9 Aperfeiçoamento do sinalizador de rastreamento 1204

Introduzido no SP3

O sinalizador de rastreamento 1204 retorna os tipos de bloqueios envolvidos e o comando atual afetado. No SP3 e versões posteriores, quando esse sinalizador de rastreamento é ativado, as informações sobre bloqueio são automaticamente registradas no log de erros.

[Início]

5.1.10 Alteração de permissões para sp_changedbowner

Introduzido no SP3

Apenas os membros da função fixa do servidor sysadmin podem executar o procedimento armazenado no sistema sp_changedbowner.

[Início]

5.1.11 Alterações na funcionalidade de depuração

Introduzido no SP3

A funcionalidade de depuração de procedimentos armazenados com o Microsoft Visual Studio® 6.0 e versões anteriores ou com o SQL Server Query Analyzer antes do SP3 é desativada por padrão. A depuração de aplicativos (parando no ponto de interrupção do SQL Server Transact-SQL durante a depuração de um aplicativo cliente) também é desativada por padrão. Para ativar a funcionalidade de depuração, execute sp_sdidebug, passando o parâmetro legacy_on. Para desativar a depuração, passe legacy_off para esse procedimento.

Observação   Não é recomendado executar o procedimento armazenado sp_sdidebug nos servidores de produção.

Para obter mais informações, consulte o artigo 328151 do Knowledge Base.

[Início]

5.1.12 Pipes nomeados não podem ser desativados em servidores em cluster

Introduzido no SP3

Após aplicar o service pack, você não poderá ativar ou desativar o protocolo Pipes Nomeados nas instâncias do mecanismo do banco de dados que participam de um cluster com tolerância a falhas.

[Início]

5.1.13 Operações na porta UDP 1434

Introduzido no SP3a

A partir do MSDE 2000 SP3a, as instâncias do MSDE 2000 que não estão configuradas para oferecer suporte a comunicações de rede deixarão de usar a porta 1434 do protocolo UDP. As instâncias configuradas para oferecer suporte a comunicações de rede usarão UDP 1434.

Uma instância atualizada para SP3a ou posterior deixará de usar UDP 1434 sempre que todas as bibliotecas de rede do servidor para a instância, exceto a biblioteca de rede da memória compartilhada, estiverem desativadas. A instância começará a usar a porta 1434 sempre que você ativar uma das bibliotecas de rede do servidor. Para obter mais informações sobre como ativar ou desativar bibliotecas de rede, consulte o tópico sobre o utilitário SQL Server Network (em inglês) no SQL Server Books Online.

O computador só deixará de usar a porta UDP 1434 quando todas as instâncias do SQL Server 2000 e do MSDE 2000 do computador tiverem sido atualizadas para o SP3a ou posterior e configuradas para não oferecer suporte a comunicações de rede.

Se a porta UDP 1434 estará aberta ou fechada independe do estado da biblioteca de rede da memória compartilhada. Essa biblioteca de rede é usada apenas para conexões locais e não usa uma rede. A biblioteca de rede da memória compartilhada sempre está ativa; ela não pode ser ativada ou desativada.

Ao instalar ou atualizar uma instância do MSDE 2000 você também pode determinar se as bibliotecas de rede do servidor devem ser desativadas. Use o parâmetro DISABLENETWORKPROTOCOLS do utilitário de instalação do MSDE 2000 ou a propriedade de módulo de mesclagem do MSDE 2000 SqlDisableNetworkProtocols. Para obter mais informações sobre essas opções, consulte este tópico na mais recente cópia do SQL Server 2000 Books Online: personalização do Desktop Engine Setup.exe (em inglês). Para obter informações sobre como instalar a mais recente versão do SQL Server 2000 Books Online, consulte a seção 1.8 Atualizações do SQL Server 2000 Books Online estão disponíveis.

[Início]

5.1.14 Alterar o tamanho máximo de pacote da rede

Introduzido no SP4

No SP4, o valor máximo para a opção de tamanho do pacote de rede (definida usando sp_configure) é de 32767. Isso é um pouco menos da metade do valor máximo anterior, 65536. Durante a atualização, os valores superiores a 32767 existentes serão automaticamente ajustados para 32767. Se um script tentar usar sp_configure para definir um valor superior a 32767, mas menor ou igual a 65536, o valor também será definido como 32767. Definir o tamanho do pacote de rede com um valor superior a 65536 resulta em erro.

[Início]

5.1.15 Otimização das consultas com listas IN extensas ou muitas cláusulas OR

Introduzido no SP4

O SP4 inclui uma alteração no comportamento do otimizador do SQL Server que afeta as consultas que contêm predicados com listas IN extensas ou muitas cláusulas OR. Mais especificamente, essa alteração (introduzida no hotfix 789 do SQL Server 2000) afeta consultas que contêm (ou que podem ser recriadas usando uma expressão equivalente que contém) o seguinte:

Quando essas consultas são executadas em sistemas que têm memória muito grande ou um baixo grau de paralelismo, é possível que o otimizador escolha um plano de consulta de desempenho inferior. Para cancelar a alteração do comportamento do otimizador, o sinalizador de rastreamento 9060 é fornecido neste service pack. Por padrão, esse sinalizador está desativado (OFF). Quando está ativado (ON), o comportamento do SP3 anterior ao hotfix 789 é ativado. Se ocorrer o erro 701 (memória do sistema insuficiente) quando o sinalizador de rastreamento estiver ativado, considere a possibilidade de recriar as consultas usando tabelas temporárias ou variáveis de tabela para os valores nas listas IN. Para intervalos numéricos, use cláusulas BETWEEN ou operadores maior que (>) ou menor que (<). Para obter mais informações sobre como utilizar os sinalizadores de rastreamento, consulte o tópico correspondente (em inglês) no SQL Server Books Online.

[Início]

5.1.16 Suporte para protocolos de rede no futuro

Introduzido no SP4

O SP4 oferece suporte para os protocolos de rede Banyan VINES, Multiprotocol, AppleTalk e NWLink IPX/SPX. Entretanto, não haverá suporte para esses protocolos no SQL Server 2005 e versões posteriores. Faça seu planejamento considerando essa informação.

[Início]

5.2 Aperfeiçoamentos de replicação

Esta seção aborda os aperfeiçoamentos na replicação do MSDE 2000 inclusos no MSDE 2000 SP4.

5.2.1 Procedimento armazenado personalizado UPDATE de replicação transacional

Introduzido no SP1

Durante a instalação da replicação transacional, os procedimentos armazenados personalizados para inserir, excluir e atualizar ações são criados no banco de dados de inscrição. Seja qual for o número de colunas afetadas por uma instrução UPDATE, o procedimento armazenado personalizado atualiza todas as colunas da tabela de inscrição. As colunas que não foram alteradas são redefinidas com os mesmos valores existentes antes da atualização. Geralmente essa ação não causa problemas. No entanto, se alguma dessas colunas estiver indexada, essa redefinição poderá ser onerosa.

Se você utilizar a replicação transacional e tiver vários índices na tabela de inscrição, e apenas alguns valores de colunas forem alterados pelas atualizações, a sobrecarga da manutenção do índice poderá tornar-se um fator limitante do desempenho quando as alterações forem aplicadas ao Assinante. Por exemplo, um banco de dados de inscrição que seja usado para geração de relatórios pode ter muito mais índices que o banco de dados de publicação. Criar dinamicamente a instrução UPDATE durante a execução pode melhorar o desempenho. A atualização inclui apenas as colunas que foram alteradas, criando uma seqüência UPDATE otimizada.

Este service pack inclui um novo procedimento armazenado, sp_scriptdynamicupdproc, que gera um procedimento armazenado personalizado que pode ser usado no Assinante para criar dinamicamente a instrução UPDATE durante a execução. Contudo, a criação da instrução dinâmica UPDATE no momento da execução requer processamento adicional.

sp_scriptdynamicupdproc está documentado na mais recente cópia do SQL Server 2000 Books Online. Para obter informações sobre como instalar a mais recente versão do SQL Server 2000 Books Online, consulte a seção 1.8 Atualizações do SQL Server 2000 Books Online estão disponíveis. Trata-se de uma cópia em inglês do tópico de referência de sp_scriptdynamicupdproc.

[Início]

5.2.2 Procedimentos armazenados personalizados para execução de scripts de replicação transacional

Introduzido no SP1

Ao configurar inscrições sem sincronização (isto é, inscrições que não recebem o instantâneo inicial), é necessário criar manualmente os procedimentos personalizados para as instruções INSERT, UPDATE e DELETE. Normalmente, essas instruções são criadas no Assinante quando o instantâneo inicial é entregue. Um novo procedimento armazenado, o sp_scriptpublicationcustomprocs, foi adicionado para gerar scripts para os procedimentos personalizados armazenados no nível da publicação. Essa nova funcionalidade pode facilitar a configuração de inscrições sem sincronização.

sp_scriptpublicationcustomprocs está documentado na mais recente cópia do SQL Server 2000 Books Online. Para obter informações sobre como instalar a mais recente versão do SQL Server 2000 Books Online, consulte a seção 1.8 Atualizações do SQL Server 2000 Books Online estão disponíveis. Trata-se de uma cópia em inglês do tópico de referência de sp_scriptpublicationcustomprocs.

[Início]

5.2.3 Limpeza de metadados de replicação mesclada com base na retenção

Introduzido no SP1

Quando as tabelas de sistema de replicação mesclada contêm uma grande quantidade de metadados, a limpeza dos metadados melhora o desempenho. Antes do SQL Server 2000 SP1, os metadados só podiam ser limpos através da execução de sp_mergecleanupmetadata. Entretanto, o SQL Server 2000 SP1 e versões posteriores incluem a limpeza de metadados de replicação mesclada com base na retenção, o que significa que os metadados podem ser excluídos automaticamente das seguintes tabelas do sistema:

Observação   Antes da presença de tabelas de imagem, se a opção de otimização de sincronização @keep_partition_changes estiver ativada na publicação.

A limpeza de metadados com base na retenção é feita da seguinte maneira:

Parâmetro adicional para sp_add_agent_parameter

O procedimento armazenado no sistema sp_add_agent_parameter agora tem um parâmetro MetadataRetentionCleanup, que permite adicionar ou remover a limpeza de metadados com base na retenção dos perfis de Agente de mesclagem. Um valor 1 indica que o perfil deve incluir a limpeza; um valor 0 indica que ele não deve incluir a limpeza. Por exemplo, para adicionar a limpeza de metadados de retenção a um perfil, execute o seguinte código:

EXEC sp_add_agent_parameter @profile_id=<my_profile_id>,
  @parameter_name='MetadataRetentionCleanup', @parameter_value=1
Limpeza de metadados em topologias com diferentes versões do SQL Server

Para que a limpeza automática com base na retenção ocorra em um banco de dados envolvido em replicação mesclada, o banco de dados e o Agente de mesclagem devem estar em servidores que executem o SQL Server 2000 SP1 ou posterior. Por exemplo:

Fazer a limpeza automática em alguns servidores e não em outros causará no máximo falsos conflitos, e estes devem ser raros. Para topologias que incluam versões do SQL Server anteriores ao SQL Server 2000 SP1, você pode obter melhorias no desempenho executando sp_mergemetadatacleanup em todos os servidores que não são limpos automaticamente.

Evitando falsos conflitos

A limpeza de metadados com base na retenção evita a não-convergência e a sobregravação silenciosa de alterações em outros nós. Entretanto, podem ocorrer falsos conflitos se as condições abaixo forem atendidas:

Por exemplo, se os metadados forem limpos no Editor mas não no Assinante e for feita uma atualização no Editor, ocorrerá um conflito mesmo que aparentemente os dados estejam sincronizados.

Para evitar esse conflito, verifique se a limpeza de metadados em nós relacionados é feita mais ou menos ao mesmo tempo. Se -MetadataRetentionCleanup for definido como 1, tanto o Editor quanto o Assinante serão limpos automaticamente antes que a mesclagem comece, assegurando assim que os nós sejam limpos ao mesmo tempo. Se ocorrer um conflito, use o visualizador de conflito de replicação de mesclagem para revisar o conflito e alterar o resultado, se necessário.

Se um artigo pertencer a várias publicações ou estiver em uma situação de republicação, é possível que os períodos de retenção para uma determinada linha sejam diferentes no Editor e no Assinante. Para reduzir o risco de limpar os metadados em um lado mas não no outro, é recomendável que essas diferentes publicações tenham períodos de retenção similares.

Observação   Se as tabelas do sistema contiverem uma grande quantidade de metadados a serem limpos, o processo de mesclagem poderá levar mais tempo para ser executado. Faça a limpeza dos metadados regularmente para evitar esse problema.

[Início]

5.2.4 Questões relacionadas a backup e restauração da replicação mesclada

Introduzido no SP1

Para garantir um comportamento de convergência correto, um banco de dados de publicação restaurado a partir de um backup deve primeiro ser sincronizado com um banco de dados de inscrição que tenha uma inscrição global (isto é, uma inscrição que tenha um valor de prioridade atribuído). A sincronização garante que as alterações que foram perdidas no banco de dados de publicação devido à operação de restauração sejam reaplicadas com precisão.

Não sincronize o banco de dados de publicação com um banco de dados de inscrição que contenha uma inscrição anônima. Como as inscrições anônimas não têm metadados suficientes para aplicar alterações ao banco de dados de publicação, uma sincronização desse tipo poderia levar à não-convergência de dados.

Quando você estiver planejando operações de backup e restauração para replicação mesclada, leve em consideração as seguintes recomendações adicionais:

Restaure um banco de dados de inscrição de um backup somente se esse backup não for mais antigo que o período de retenção mais curto de todas as publicações nas quais o Assinante está inscrito. Por exemplo, se um Assinante está inscrito em três publicações com períodos de retenção de 10, 20 e 30 dias, respectivamente, o backup usado para restaurar o banco de dados não deve ter mais de dez dias.

É altamente recomendável que o Assinante sincronize com o Editor antes que você faça um backup. Se isso não for feito, o sistema pode não convergir corretamente se o Assinante for restaurado a partir desse backup. Embora o arquivo de backup em si possa ser novo, a última sincronização com um Editor pode ter quase o mesmo tempo que o período de retenção. Por exemplo, considere que uma publicação tenha um período de retenção de dez dias. A última sincronização foi feita há 8 dias e o backup está sendo feito agora. Se o backup for aplicado daqui a 4 dias, a última sincronização terá ocorrido há 12 dias, o que excede o período de retenção. Se o Assinante tivesse sincronizado imediatamente antes de fazer o backup, o banco de dados de inscrição estaria dentro do período de retenção.

Se você precisar alterar o valor de retenção da publicação, reinicialize manualmente o Assinante para evitar a não-convergência de dados. O recurso de limpeza de metadados com base na retenção exclui metadados ultrapassados de tabelas do sistema mescladas quando o período de retenção da publicação é atingido.

O valor de retenção da publicação é usado para determinar quando as inscrições que não foram sincronizadas dentro do período de retenção devem expirar. Se, depois de uma limpeza, o período de retenção da publicação for ampliado e uma inscrição tentar se mesclar ao Editor (que já excluiu os metadados), a inscrição não vai expirar devido à ampliação do valor da retenção. Além disso, o Editor não possui metadados suficientes para fazer o download das alterações para o Assinante, o que leva à não-convergência.

[Início]

5.2.5 Restaurando bancos de dados replicados de versões diferentes do SQL Server

Introduzido no SP1

Restaurar um backup para o mesmo servidor e banco de dados — executando a mesma versão que a do servidor no qual o banco de dados foi criado — preservará suas configurações de replicação. Se você estiver restaurando um banco de dados replicado para uma versão do SQL Server diferente da usada para fazer o backup do banco de dados, considere as recomendações abaixo:

[Início]

5.2.6 Novo argumento de linha de comando –MaxNetworkOptimization do Agente de instantâneo

Introduzido no SP2.

Durante o processamento normal, a replicação mesclada pode enviar para Assinantes comandos DELETE destinados a linhas que não pertençam a suas partições. Comandos DELETE desse tipo são chamados de exclusões irrelevantes. As exclusões irrelevantes não afetam a integridade ou a convergência dos dados, mas podem resultar em tráfego de rede desnecessário.

Para reduzir o tráfego de rede resultante de exclusões irrelevantes, você pode usar o novo parâmetro do Agente de instantâneo,
-MaxNetworkOptimization, com publicações de replicação mesclada. Definir o parâmetro como 1 minimiza a chance de exclusões irrelevantes, o que maximiza a otimização da rede.

Observação   Definir esse parâmetro como 1 só é útil quando a opção de otimização de sincronização da publicação mesclada é definida como true (o parâmetro @keep_partition_changes de sp_addmergepublication).

O padrão é 0 porque definir o parâmetro como 1 pode aumentar o armazenamento de metadados e causar degradação no desempenho no Editor, caso vários níveis de filtros de associação e filtros complexos de subconjunto estejam presentes. Você deve avaliar com cuidado sua topologia de replicação e só definir -MaxNetworkOptimization como 1 se o tráfego de rede decorrente de exclusões irrelevantes estiver inaceitavelmente alto.

Você pode adicionar este parâmetro ao perfil do Agente de instantâneo executando o procedimento de sistema sp_add_agent_parameter da seguinte forma:

EXEC sp_add_agent_parameter 1, 'MaxNetworkOptimization', 1

[Início]

5.2.7 Replicação mesclada utiliza nova função

Introduzido no SP3

O SP3 cria automaticamente uma nova função para uso da replicação mesclada. O nome da nova função fica na forma MSmerge-<ID da publicação> A função é criada no Editor para cada publicação de replicação mesclada, atuando como a lista de acesso de publicação (PAL) para controlar o acesso a publicações mescladas do Editor. Se essa função for retirada, você poderá executar um novo procedimento armazenado incluído no SP3 ou posterior, sp_createmergepalrole, para recriar a função. Esse procedimento armazenado é executado no Editor do banco de dados da publicação, para recriar a função.

sp_createmergepalrole está documentado na mais recente cópia do SQL Server 2000 Books Online. Para obter informações sobre como instalar a mais recente versão do SQL Server 2000 Books Online, consulte a seção 1.8 Atualizações do SQL Server 2000 Books Online estão disponíveis. Trata-se de uma cópia em inglês do tópico de referência de sp_createmergepalrole.

[Início]

5.2.8 Novos requisitos para inscrições criadas por usuários que não sejam sysadmin

Introduzido no SP3

Se uma inscrição for criada por um usuário que não seja membro da função fixa do servidor sysadmin, você deverá executar uma das seguintes ações:

Observação   O recurso de ativação de agente remota requer a execução da etapa do trabalho no contexto de uma conta de usuário na função fixa do servidor sysadmin.

[Início]

5.2.9 Alterações a permissões para procedimentos armazenados

Introduzido no SP3

As permissões foram alteradas em vários procedimentos armazenados utilizados para implementar, administrar e monitorar uma topologia de replicação. A maioria dessas alterações envolve uma restrição das permissões necessárias para executar os procedimentos armazenados. Para obter mais informações sobre as novas permissões, leia a documentação de referência do Transact-SQL correspondente aos procedimentos armazenados de replicação, na versão atualizada do SQL Server Books Online. Para obter informações sobre a versão atualizada do SQL Server 2000 Books Online, consulte a seção 1.8 Atualizações do SQL Server 2000 Books Online estão disponíveis.

[Início]

5.2.10 Novo parâmetro para sp_addmergearticle e sp_changemergearticle

Introduzido no SP3

Um novo parâmetro, @published_in_tran_pub, foi adicionado a sp_addmergearticle e sp_changemergearticle. Esse parâmetro indica que um artigo de uma publicação mesclada também estará publicado em uma publicação transacional. @published_in_tran_pub é nvarchar(5), com o padrão FALSE. TRUE especifica que o artigo também estará publicado em uma publicação transacional.

Observação   Quando se altera esse parâmetro em sp_changemergearticle, o instantâneo deve ser invalidado, e os assinantes devem ser reinicializados.

[Início]

5.2.11 Alterações no suporte ao Gerenciador de Sincronização do Windows

Introduzido no SP3

O SQL Server permite que você ative as inscrições existentes (criadas utilizando SQL Server Enterprise Manager, SQL-DMO e procedimentos armazenados de replicação) para uso com o Gerenciador de Sincronização do Windows. Você também pode criar novas inscrições utilizando o Gerenciador de Sincronização do Windows. Depois de aplicar o service pack, ao sincronizar uma inscrição, o Gerenciador de Sincronização do Windows solicita que você introduza a senha ou as senhas necessárias para conexão com os servidores envolvidos na sincronização.

[Início]

5.2.12 Alteração nos requisitos para anexar ou restaurar um banco de dados de replicação

Introduzido no SP3

Sob um determinado conjunto de condições, a replicação pode não funcionar adequadamente no processo de anexação ou restauração de um banco de dados publicado. Essas condições são:

Se todas essas condições forem verdadeiras, você deverá executar o procedimento armazenado sp_changedbowner no banco de dados anexado ou restaurado. Atribua a propriedade ao logon de administrador interno sa. Isso garante que a replicação funcione corretamente.

Observação   Você deve ser membro da função fixa do servidor sysadmin para executar sp_changedbowner.

Para obter mais informações sobre encadeamento de propriedade entre bancos de dados, consulte a seção 5.1.8 Encadeamento de propriedade entre bancos de dados.

[Início]

5.2.13 Alteração nas designações de segurança dos controles ActiveX da replicação

Introduzido no SP4

Os controles ActiveX® da replicação (sqlinitx.dll, sqldistx.dll, sqlmergx.dll e replerrx.dll) não são mais designados como "seguro para execução de scripts" e "seguro para inicialização". Os comportamentos de segurança e funcionais dos controles não mudaram desde o SP3; porém, as designações de segurança foram alteradas para atender aos padrões de segurança. Essas alterações podem afetar aplicativos que chamam controles ActiveX de replicação em uma página da Web.

[Início]

5.2.14 Novo parâmetro para artigos em publicações mescladas

Introduzido no SP4

Um novo parâmetro, @compensate_for_errors, pode ser especificado quando se chama sp_addmergearticle. O parâmetro determina se ações compensatórias são tomadas se forem encontrados erros (como uma violação de restrição) durante a sincronização. Quando definido como TRUE (o padrão), uma alteração que não pode ser aplicada a um nó durante a sincronização resulta em ações compensatórias que desfazem a alteração em todos os outros nós. Em alguns casos esse comportamento é desejável, mas pode ser problemático em outros; por exemplo, um Assinante configurado incorretamente que gere um erro pode fazer com que as alterações sejam desfeitas no Editor e em todos os outros Assinantes.

Especificar o valor FALSE desativa as ações compensatórias; porém, os erros continuam sendo registrados no log e as mesclagens subseqüentes continuarão tentando aplicar as alterações. Embora os dados nas linhas afetadas possam aparentemente não ser convergentes, assim que você tratar o erro a alteração poderá ser aplicada e os dados serão convergentes.

Observação   Se a tabela de origem de um artigo já estiver publicada em outra publicação, o valor de @compensate_for_errors deverá ser o mesmo para ambos os artigos.

[Início]

5.2.15 Nova opção de esquema para replicação de colunas de identidade em publicações transacionais

Introduzido no SP4

Nas versões anteriores, as colunas de identidade em publicações transacionais eram replicadas como o tipo de dados básico, por exemplo, int, sem que a propriedade de identidade fosse definida. Essa abordagem é apropriada para aplicativos que não permitem inserções no Assinante. O SQL Server 2000 SP4 introduz uma nova opção de esquema (0x4) para publicações transacionais, que é usada para replicar a coluna de identidade como uma coluna de identidade. Isso é útil em vários casos, inclusive na replicação bidirecional e na utilização do Assinante como um servidor de espera automática. Nesses casos, as inserções podem ocorrer no Assinante e fazem com que a coluna de identidade seja incrementada.

Para especificar que uma coluna de identidade seja replicada como uma coluna de identidade:

  1. Ao criar a tabela no Editor, especifique a opção NOT FOR REPLICATION para a coluna de identidade. Isso assegura que somente as inserções do usuário, e não a do agente de replicação, incrementem a coluna de identidade. Para obter mais informações, consulte o tópico sobre CREATE TABLE (em inglês) no SQL Server Books Online.

  2. Ao adicionar um artigo com uma coluna de identidade, defina a opção 0x4 para o parâmetro @schema_option de sp_addarticle. Para obter mais informações sobre esse parâmetro, consulte o tópico sobre sp_addarticle (em inglês) no SQL Server Books Online.

  3. Após inicializar o Assinante, execute DBCC CHECKIDENT para cada tabela com uma coluna de identidade. Isso permite especificar um valor inicial para inserções em uma identidade de coluna no Assinante, para que os valores inseridos não sejam os mesmos inseridos no Editor. Por exemplo, você pode especificar que as inserções no Editor devem começar em 1.000.000:
    USE Northwind
    GO
    DBCC CHECKIDENT ('Employees', RESEED, 1000000)
    GO

Para obter mais informações, consulte o tópico sobre DBCC CHECKIDENT (em inglês) no SQL Server Books Online.

5.2.16 Assinantes não-SQL Server não têm suporte em distribuidores no modo Windows-em-Windows 64

Introduzido no SP4

Instâncias do distribuidor do SQL Server 2000 (32 bits) executados no modo Windows-em-Windows 64 em sistemas Windows 2003 SP1 executados em processadores X64 ou compatíveis não podem ter Assinantes não-SQL Server. Embora o SQL Server 2000 SP4 ofereça suporte para a execução no modo Windows-em-Windows 64, os drivers ou provedores usados para conexão do Distribuidor ao Assinante não-SQL Server não oferecem suporte para esse modo.

[Início]

5.3 Aperfeiçoamentos do SQL Server Agent e das ferramentas compartilhadas

Esta seção descreve os aperfeiçoamentos ao SQL Server Agent incluídos no SP4.

5.3.1 Informações de conta dos logs do SQL Server Agent

Introduzido no SP2

O Histórico do trabalho do SQL Server Agent agora registra a conta do Windows com a qual cada etapa de um trabalho é executada. Essa informação ajuda os administradores a diagnosticar problemas de segurança com trabalhos agendados, incluindo trabalhos agendados definidos para replicação e tarefas do DTS.

[Início]

5.3.2 Verificações de permissão do SQL Server Agent

Introduzido no SP3

O MSDE 2000 agora verifica se o proprietário do trabalho do Agent possui permissão para anexar ou sobrescrever o arquivo de log de saída de cada trabalho. Isso ocorre de três formas:

Em todos os casos, os trabalhos são criados com as credenciais do SQL Server Agent, mas o MSDE 2000 agora testa se o usuário possui permissão para gravar no local selecionado para o arquivo de log de saída do trabalho, no servidor.

Aparecem erros no histórico do trabalho, mas as etapas do trabalho não falharão se o arquivo de log não puder ser criado.

[Início]

5.3.3 Perfis MAPI do SQL Agent Mail

Introduzido no SP3

No MSDE 2000 e na versão de 32 bits do SQL Server 2000, o SQL Agent Mail pode ser configurado para usar um perfil de email MAPI estendido para enviar alertas de email. Você pode usar um aplicativo de email de MAPI estendido, como o Microsoft Outlook, para criar um perfil MAPI estendido. Na versão de 64 bits do SQL Server 2000, o SQL Agent Mail pode usar somente o perfil MAPI simples para enviar alertas de email. Não use perfis MAPI simples no MSDE 2000 ou na versão de 32 bits do SQL Server 2000.

[Início]

5.4 Aperfeiçoamentos do XML

O tópico a seguir descreve um aperfeiçoamento para XML e SQLXML no SP4.

5.4.1 Validação ampliada das expressões XPath

Introduzido no SP3

Quando você aplica o SP4, OPENXML é atualizado para utilizar uma tecnologia de análise XML, interna e personalizada, projetada para ser compatível com o MSXML 2.6 anterior.

Antes do SP3, a versão do analisador XML usada por OPENXML permitia que um predicado de uma expressão XPath sucedesse a abreviação de caractere especial que identifica o nó do contexto atual, denotado por um ponto (.) na sintaxe do XPath. Isso viola a especificação de sintaxe do XPath, que exige que esse caractere seja sucedido por uma expressão de caminho local.

Com o novo comportamento de OPENXML, um predicado não pode suceder imediatamente o caractere especial da abreviação do nó de contexto atual. As expressões XPath de consultas SQLXML (consultas XPath em relação a esquemas de mapeamento anotados e em folhas de estilo XSLT criadas para transformar os resultados das consultas SQLXML) que utilizam a sintaxe incorreta falharão após a atualização para SP3 ou posterior.

Para evitar essas falhas, identifique e corrija todas as expressões que utilizem a sintaxe incorreta. Por exemplo, a sintaxe da expressão XPath que é especificada como o valor do atributo de teste no elemento xsl:if a seguir não é válida porque o predicado, [@ResourceTypeID='2'], segue imediatamente a abreviação de caractere especial que identifica o nó do contexto atual.

A instrução a seguir, que anteriormente não gerava um erro, ocasionará uma falha após a instalação do SP3 ou posterior.

<xsl:if test=".[@ResourceTypeID='2']">

Para evitar a falha, a expressão XPath deve ser corrigida da seguinte forma:

<xsl:if test="@ResourceTypeID='2'">

[Início]

5.5 Biblioteca de banco de dados e SQL para C embutido

Introduzido no SP1, atualizado para o SP4

Embora as APIs (interfaces de programação de aplicativos) de biblioteca de banco de dados e SQL incorporado para C continuem com suporte no SQL Server 2000 e no MSDE 2000, nenhuma versão futura do SQL Server conterá arquivos ou documentação necessários para a programação de aplicativos que as utilizem. As conexões de aplicativos existentes criados com a biblioteca de banco de dados e SQL incorporado para C ainda terão suporte na próxima versão do SQL Server, mas esse suporte será retirado em lançamentos futuros. Não use a biblioteca de banco de dados ou SQL incorporado ao criar novos aplicativos. Remova as dependências dessas tecnologias ao modificar aplicativos existentes. Em vez da biblioteca de banco de dados ou do SQL incorporado para C, use o espaço para nome system.data.SQLClient do .NET Framework ou uma API como ADO, OLE DB ou ODBC para acessar dados armazenados no SQL Server. Para obter mais informações sobre essas tecnologias, consulte o SQL Server Books Online ou o .NET Framework SDK.

[Início]

5.6 Aperfeiçoamentos do Programa de Instalação do MSDE 2000

O tópico a seguir descreve um aperfeiçoamento do Programa de Instalação do MSDE 2000.

5.6.1 Novo parâmetro SAVESYSDB do Programa de Instalação do MSDE 2000

Introduzido no SP4

O MSDE 2000 SP4 introduz um novo parâmetro SAVESYSDB para o Programa de Instalação do MSDE 2000. O parâmetro SAVESYSDB deve ser usado na atualização de instâncias do MSDE 2000 que foram instaladas usando módulos de mesclagem ou arquivos MSI para versões futuras do SQL Server 2005 Express Edition. SAVESYSDB será usado em conjunto com um novo recurso previsto para versões futuras do SQL Server Express. SAVESYSDB é válido apenas quando uma instância é desinstalada pela execução do Programa de Instalação do MSDE 2000 no prompt de comando.

Por padrão, o Programa de Instalação do MSDE 2000 exclui os arquivos dos bancos de dados do sistema master, model e msdb quando uma instância do MSDE 2000 é desinstalada. Quando você especifica SAVESYSDB=1, o Programa de Instalação do MSDE 2000 deixa os arquivos desses bancos de dados do sistema onde estão.

Embora SAVESYSDB possa ser especificado a qualquer momento, ele é processado apenas quando usado com a opção de desinstalação /x:

Setup /x sqlrun01.msi SAVESYSDB=1 INSTANCENAME="MyInstance"

SAVESYSDB será ignorado se /x não for especificado. Se ambos, SAVESYSDB e /x, forem especificados, SAVESYSDB deverá ser definido como 1; a definição de qualquer outro valor gerará um erro.

[Início]

5.7 Aperfeiçoamentos da capacidade de serviço

Introduzido no SP4

O SQL Server 2000 SP4 introduz uma nova funcionalidade de capacidade de serviço que permite desinstalar hotfixes aplicados ao SP4 e a versões posteriores do SQL Server 2000 executadas no Windows XP e no Windows Server 2003. (Essa mesma funcionalidade estava disponível com o SQL Server 2000 SP3, mas somente após a aplicação de um hotfix adicional).

[Início]